Dicas

Dicas para aprendizado de ひらがな e カタカナ

Como mencionei rapidamente na pagina de apresentação. Este ano não é a primeira vez que tento aprender a língua japonesa. Por volta de 2011 ou 2012 eu me animei de começar a estudar, principalmente com uma apostila que era amplamente distribuída na internet, e com o Mini Dicionário que não é bom para estudos que mencionei no índice de materiais auxiliares.

Depois de alguns meses estudando desta forma eu comecei a me desanimar muito pela metodologia aplicada. A única menção sobre aprendizado dos alfabetos era em uma pagina de introdução, dizendo para utilizar flashcards, que não eram fornecidos junto. Fora isso, dentro da apostila eram pouco utilizados e mal aproveitados, parecendo que estavam ali só de decoração, para dizer que era japonês.

Infelizmente isso é uma metodologia que parece comum em muitos materiais em português ou inglês, e que alguns poucos sites e materiais de pessoas mais fluentes luta contra. Este desprendimento da linguagem escrita faz com que foquemos muito na pronuncia romanizada, do que na real compreensão da língua, muitas pessoas aprendendo desta forma não sabem diferenciar quando o “wa” é mesmo wa ou é na verdade ha.

Abaixo apresento dois métodos de estudo, dos quais os dois utilizei um pouco, e cada um tem suas vantagens e desvantagens. Ambos os métodos são utilizando o aplicativo JA Sensei, vocês podem encontrar mais informações sobre ele no índice de materiais grátis.

Começando:

Como falei no inicio, iremos utilizar o JA Sensei, em sua forma grátis, então baixe e instale, inicialmente eu não recomendo criar uma conta, nem grátis (explicarei em um post futuro sobre o APP).

Depois de instalado abra o aplicativo e vá na opção Kana e escolha a opção Quiz. Sim, eu sei que existe uma opção LearningAprendizadomas poderemos conferir o principal deste método dentro do Quiz.

Uma dica de ordem de aprendizado é:

  • Hiragana Basic
  • Hiragana Variants
  • Hiragana All
  • Katakana Basic
  • Katakana Variants
  • Katakana All
  • Hiragana & Katakana All

Depois de aprender os basics, aprender os variants se torna muito mais fácil, tentar aprender os dois ao mesmo tempo pode ser confuso. Para quem esta confuso em relação aos variantes, são as formações utilizando yu, yo e ya, e utilizando ten-ten ou maru. Como por Exemplo:

  • haé o básico, ou seja ha, utilizando o ten-ten, ba, vira ba, e utilizando o maru, vira pa, pa.
  • E composição, com o ri, ou seja ri, podemos utilizar as versões menores do ya, yo ou yu. para formar りゃrya, りょryo ou りゅryu, respectivamente, rya, ryo e ryu.

Neste caso, se estiver começando agora é só trocar a primeira opção para Hiragana Basic como na imagem.

 

Método completo:

Chamo o primeiro método de método completo, porque ele é focado no aprendizado completo, desenho, compreensão e reconhecimento. Pode ser um pouco demorado ou massante, e talvez um pouco desencorajador para pessoas no inicio. Mas é o método mais garantido para que você realmente aprenda a reconhecer, lembrar e reproduzir eles.

Este método foca em não simplesmente treinar o reconhecimento do caractere, como no aprendizado da escrita e pronuncia, treinar os três ao mesmo tempo é um pouco mais massante e demorado, porém te ajuda a lembrar dos símbolos sem a necessidade de uma referencia, facilitando em caso de necessidade de escrita manual.

Então, depois da configuração inicial vá nas opções avançadas e selecione as opções de revisão no inicio, e de aprendizado no final.

A opção Review sheet deixa você conferir a página de revisão de cada símbolo após a resposta, essa pagina é equivalente a pagina de aprendizado, trazendo o traçado, áudio, pronuncia, etc…
A opção Learn Before quiz deixa você conferir antes de acessar a opção New Kana e assim estudar os símbolos antes do teste inicial de aprendizado.
Na parte de quantidade de itens, inicialmente eu recomendo deixar 20 inicialmente, e depois subir para 30. Em termos de desenho, dependendo do seu ritmo de aprendizado, e de quando você pretende praticar.

Com essas configurações podemos aprender a base da escrita, revisar todas as informações sempre que necessário. Configurado vamos a base de um bom aprendizado, as opções New KanaReview.

A opção New Kana te apresenta caracteres que você ainda não aprendeu pelo programa, de 10 em 10. Se as opções indicadas estiverem ligadas, você poderá aprender cada caractere enquanto participa de cada quiz.

A opção review deixa você revisar todos os caracteres que você já aprendeu uma vez pelo programa, e só revisar as informações se quiser, após uma resposta, este tem a quantidade indicada nas opções que falei antes.

E é ai um dos pontos principais desses métodos, desbrave os caracteres de 10 em 10 até ter memorizado a maioria (tiver uma taxa de acerto acima de 80%). E só “libere” novos caracteres quando estiver seguro dos anteriores… Sempre pratique mais do que libera. Assim você consegue dar mais atenção aos caracteres individuais.

A segunda opção importante é a Dificuldade. Easy indica que você não tem limite de tempo para responder. Medium você tem algum tempo para dar cada resposta, e Hard você tem pouco tempo para as respostas. Se você esta começando seus estudos agora, eu recomendo começar com Easy até pegar alguma segurança e depois passar para Medium, E só ir ao Hard quando já estiver acertando todos com facilidade no Medium. O motivo disso é que as vezes o limite de tempo faz você cometer erros simples, os quais você mesmo saberia que estava errado, e isso pode ser frustrante e desmotivador no inicio.

Agora vamos ao Answering Mode, e as opções From e to.

Answering mode é a forma de resposta, tendo duas opções: Recognition, onde você tem uma base para reconhecer e respostas para identificar. e Drawing onde você tem uma base e tem que responder com o desenho do caractere.

Inicialmente eu recomendo sempre o Recognition.

A opção from indica qual a base do questionamento, ou seja, a “pergunta”. Na imagem acima esta From Romanji to Kana o que significa que o app mostraria ao usuário a versão romanizada do caractere, e daria vários caracteres em kana para que o usuário apontasse o correto.

A identificação (from) traz sempre as opções:

  • Romanji
  • Kana
  • Áudio
  • Kana equivalência

Sendo esta última a equivalência simbólica do outro alfabeto (Se o caractere a ser identificado for hiragana, as respostas seriam katakana e o usuário teria que escolher o caractere equivalente. E vice-versa.

Por outro lado as opções de to só existem Romanjikana. A não ser que o modo Drawing seja selecionado, pois neste caso a resposta é sempre o desenho. Abaixo alguns prints dos modos em uso.

Agora que acredito ter explicado bem as configurações, vamos as minhas recomendações para um bom aprendizado:

  • Limite seu aprendizado a 10 caracteres por vez, até ter uma boa compreensão dos que já estão disponíveis, recomendo conseguir manter uma média de mais de 80%.
  • Utilize a ferramente de review sheet para poder ouvir a pronuncia e conhecer os desenhos, use a prática de desenho pelo menos uma vez para conferir a ordem e direção dos traços. Mas recomendo a prática de desenho utilizando um caderno de prática, falarei mais sobre isso no final do post.
  • Inicialmente foque nas opções From Kata to Romanji e vice-versa, invertendo-as de tempos em tempos.
  • Quando estiver mais seguro, tente algumas vezes o reconhecimento por áudio, parece básico, mas algumas pronuncias podem enganar.
  • Após ter uma boa pegada dos dois alfabetos, é bom treinar utilizando kana equivalence assim você consegue treinar os dois alfabetos ao mesmo tempo sem depender de romanizações.
  • Tente manter a quantidade de caracteres a serem revisados em uma quantidade confortável para rápidas verificações. E verifique ao menos duas vezes por dia (idealmente três).
  • Pratique bastante a escrita.

Com isso acredito que as regras para o aprendizado completo estejam completas. Agora vamos ao método rápido para reconhecimento.

Método veloz:

O método veloz é o que se aproxima de um “Brute force“. Ele foca em forçar o aprendizado da maneira mais veloz possível. Isso costuma ser bem funcional para o reconhecimento, mas nem tanto para o aprendizado, utilizando este método você pode ter dificuldade de lembrar caracteres sem referencias. E não ajuda com a prática de desenho. Mas consegue aprender grande quantidade em pouco tempo.

O Primeiro passo são, novamente, nas configurações. Com esta metodologia utilizaremos apenas o modo recognition do app, e as opções From kana to romanjiFrom romanji to kana.

Após isso acesse as opções avançadas, desmarque as opções de review do inicio e do final, e aumente a quantidade de caracteres para pelo menos 30. Defina a dificuldade para Medium ou Hard.

Agora vem a maior diferença do modo completo. Utilizaremos a mesma divisão de aprender em parte que ele, porém ao invés de fazer de 10 em 10, liberaremos todos os Kanas da categoria de uma vez. Desta forma você será obrigado a fazer review de todos os caracteres.

Agora é só repetir isso todos os dias pelo menos 3x ao dia, podendo aumentar a quantidade de caracteres revisados por vez, a dificuldade e dificultando para si mesmo, e expandindo o vocabulário sempre que conseguir manter uma média de acertos acima de 75%.

 

Auxílios, detalhes e extras:

O motivo para utilizar o JA Sensei sem registro.

Quando você utiliza o Aplicativo sem registro, ele guarda suas informações apenas na instalação, então se por exemplo você quiser recomeçar em outra metodologia ou algo do tipo, você pode simplesmente desinstalar o app e reinstalar que todos os contadores serão zerados.

Pratica de desenhos.

Desenhar no celular é ruim, com o dedo não tem precisão, e com uma caneta, na maior parte dos celulares, com muitas canetas, ainda tem pouca precisão, fora que torna tudo menos prático. Eu recomendo a utilização de uma folha de pratica de pratica de kanji, que pode ser encontrada neste índice.

Eu recomendo começar com a folha de 80 kanjis por pagina, que é um espaço próximo aos quadrados de prática em um livro do primeiro ano primário, e depois ir reduzindo (aumentando a quantidade). Assim como recomendo uma caneta com ponta pincel, ou outro instrumento que deixe você controlar a espessura do traço.

Pratica de leitura

Infelizmente ainda não encontrei um bom material gratuito para pratica de leitura, mas muitos mangás de comédia mais infantil costumam focar mais em Kana, utilizando Kanjis apenas com auxilio de furigana. Assim como alguns jogos antigos, como os Pokémons do gameboy original, utilizam apenas Kana. São bons para pratica de leitura (mesmo que neste ponto você não esteja entendendo muito bem). Além de trazer um pouco de gratificação só pela ideia de conseguir ler. Estou pesquisando opções de livros curtos, pois muitas pessoas indicam o Kindle com livros para estudos iniciais, mas até o momento, livros de verdade, a sua maioria possui um nível mais alto.

 

Finalizando

Bom pessoal, estes são os métodos que utilizei (ou deveria ter utilizado). Para a maior parte dos hiragana, eu utilizei a metodologia completa (falhando na parte de desenho, pois na época que comecei ainda não tinha encontrado os outros materiais que recomendei aqui no Blog), e aprendi muito bem. Por outro lado os katakana eu utilizei mais a metodologia rápida, eu tenho dificuldade de lembrar deles sem alguma referencia e as vezes confundo alguns (a foto com 90 new kanas sou eu reiniciando meu aprendizado pelo melhor método).

Pessoalmente recomendo a todos que utilizem o método completo se realmente querem aprender bem a língua, só utilizem o método rápido se por algum motivo tiverem que aprender rápido para alguma coisa importante, e depois forem focar nos estudos principais.

(Designed by Www.slon.pics)

(Designed by Www.slon.pics)

3 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: